OS LADRÕES DE FÉ

Quando Deus nos faz promessas Ele não define o tempo que levará para que a promessa seja cumprida, então precisamos confiar, esperar e depender Nele. Nesse meio tempo muitos virão para nos dizer: “está demorando muito”, “as circunstâncias estão piorando”, “as dificuldades estão aumentando”, “é preciso se preocupar, afinal a situação é grave”, “chegou a intimação judicial”, “não é assim que Deus age”, “eu penso que não é assim”, “algo precisa ser feito com urgência”, “agora não é hora de orar e sim de agir”, “o alfabeto de Deus é ‘o r a ç ã o’ – orar e ação, “E se a fé não funcionar? É preciso ter uma opção” enfim, vozes vociferam por todos os lados ecoando o suposto fracasso e derrota. Mas Deus permanece no controle e amanhã será um novo dia.

Essas vozes pertencem aos ladrões de fé que vem para matar, roubar e destruir a nossa fé, para que entremos em desespero retirando os olhos de Jesus Cristo e de Sua Palavra. Nossos amigos podem se tornar ladrões de fé ao darem voz ao diabo, a exemplo de Pedro que estava ao lado de Jesus e retrucou-o quando disse que iria sofrer e padecer. Jesus repreendeu o diabo que falara através da boca de Pedro. Assim somos nós, precisamos repreender o diabo que fala através das pessoas próximas ou situações.

Quem são os ladrões de fé? Podem ser pessoas próximas ou não, até mesmo situações que podem (intencionalmente ou não) querer minar, roubar, diminuir ou extinguir a nossa fé, tirar os nossos olhos das promessas e da Palavra de Deus. Não podemos permitir que pessoas ou situações roubem a nossa fé. Precisamos nos manter em fé o tempo necessário, ouvindo, falando e agindo sobre a Palavra de Deus.

Pessoas sem fé são nocivas ao convívio, infelizmente, as vezes, essas pessoas são muito chegadas e podem, até, ter ajudado em algum momento, ter dado alguma palavra de animo ou incentivo, até mesmo amparado e auxiliado num período muito difícil. Mas em situações críticas essas pessoas se desesperam e externam todas as suas frustrações acumuladas ao longo da vida. Esse tipo de pessoa cansa muito.

Todos os homens de Deus enfrentaram esses ladrões. Abraão era chamado pai de multidões quando não tinha um filho sequer, pense nas pessoas próximas ao ouvirem isso. Moisés tinha uma bando deles, reclamando e sentindo saudades do cativeiro. Jó tinha a esposa ao lado e para piorar vieram três amigos (“da onça”) para consolá-lo. Davi também se queixou dos amigos que zombaram dele quando teve que fugir. Seja no Antigo ou no Novo Testamento encontraremos exemplos de ladrões de fé. O homem cego que gritava: “Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim”, e a multidão que mandava ele se calar. A mulher com fluxo de sangue que tinha uma multidão a sua frente e ela sendo considerada imunda não podia ali estar nem tocar em quem quer que fosse. E tantos outros casos.

Quando tudo está difícil, problemas por todos os lados se erguendo, falta de dinheiro para as necessidades básicas, contas prioritárias sem pagamento, vem a Palavra de Deus: “Descansa, Eu estou no controle de tudo”. Descansar não é ter preguiça, é deixar as coisas que não podemos controlar nas mãos de Deus, é ter fé que Deus vai nos ajudar com nossos problemas. Descansar em Deus é rejeitar a preocupação desnecessária, é confiar em Deus e ter paz. Descansar é estar seguro em Deus, largando a ansiedade. O descanso é uma bênção de Deus.

Descanso causa uma grande confusão nos ladrões de fé, pois eles são ativistas, preocupados, ansiosos, e querem impor sua vontade a qualquer custo. Não podemos permitir! Pedro era querido por Jesus, mas foi repreendido diante de todos, na realidade, o diabo que falara através de Pedro. Não, Pedro não estava possesso, mas estava dando voz as palavras que ouvira do diabo, e Jesus identificou isso. Nos também devemos repreender o diabo que fala através das pessoas que estão próximas de nós.

Durante anos meu saudoso pai, pronunciava uma mesma frase, para mim, todas as noites, antes de dormir: “Deus está no controle de tudo, amanhã é um novo dia!”. Ele partiu para o Senhor em dezembro de 2015, mas essa frase é lembrada todos os dias. Verdadeiramente Deus está no controle de todas as coisas, até do diabo e do mal. Martinho Lutero dizia que o diabo é o diabo de Deus, ou seja, o diabo tem que se submeter a Deus, mesmo sem querer. Uma senhora declarou: “quando Deus manda até o diabo obedece”. É isso mesmo, quando Deus entra com provisão, ninguém pode se levantar contra.

Por misericórdia Deus tem grande paciência e quando Ele nos ajuda o faz para mostrar a essas pessoas, que agem como ladrões de fé, que elas precisam mudar de atitude, crendo nas promessas de Deus que são muitas.

Deus interpôs um juramento a Abraão e por não ter quem maior por quem jurar, jurou por si mesmo, assim por duas coisas imutáveis: juramento e promessa é impossível que Deus minta. E isso Ele fez por nós, os herdeiros da promessa. (Hebreus 6:13-18)

Jesus declarou: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33). Vamos parar de trabalhar? NÃO! Mas vamos confiar mais no Senhor, buscar o Seu Reino (governo) e justiça, sabendo que mantimentos, roupas, teto são acrescentados. Ele não nos desampara.

Esperar em Deus exige fé e paciência, porque Deus pode demorar para responder.

Fé é um modo de agir, pensar e falar que consiste em acreditar com o coração que a partir do momento em que recebeu a promessa, pois promessa e realidade são a mesma coisa.

Paciência – conformidade em suportar os males ou os incômodos sem se queixar. Calma na continuação de qualquer tarefa ainda que seja difícil ou muito demorada. Paciência não é resignação, mas é ser constantemente constante – ter perseverança, é fazer constantemente o que a Palavra diz, é dizer constantemente o que a Bíblia diz, acerca de si, das circunstancias, da saúde, etc.

Deus pode demorar sim e Jesus afirmou isso: Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora seja demorado em defendê-los? (Lucas 18:7). Em conformidade com Habacuque 2:3 – “Porque a visão é ainda para o tempo determinado, e até ao fim falará, e não mentirá; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará.” Os ladrões de fé não gostam ou não querem esperar.

Sejamos cautelosos para não sermos roubados e não podemos permitir tal coisa.

E enquanto não temos a resposta?

Não desligue o interruptor da fé, mantenha esse interruptor sempre ligado

Não desfaleça, não desmoralize, não desista

Olhe constantemente para Jesus

Olhe constantemente para a Palavra de Deus

Olhe constantemente para as promessas de Deus

Olhe para a solução e não para o problema

Confesse a Palavra de Deus – II Co. 4:13; Rm. 4:17

Faça o que a Palavra diz – Tg. 1:22 – não sejais apenas ouvintes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor