O que a Bíblia diz acerca da Família e do Casamento

O casamento é uma instituição criada por Deus, com regras especificas, mas também é um ser vivo que precisa ser cuidado, alimentado, necessita de investimento diário e jamais pode ser desprezado.

Já o divórcio é um câncer, uma brecha na lei, criado a partir da dureza do coração das pessoas (e muitas pessoas acham que isso pode ser usado a favor ou como desculpa), mas Jesus declarou que ao principio não era assim e Ele veio restaurar o principio das coisas

Reuni todos os textos da Biblia sobre Família e Casamento, tire as suas conclusões …

versão da Bíblia na Linguagem de Hoje

Gl. 1:8-9

Mas, se alguém, mesmo que sejamos nós ou um anjo do céu, anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que temos anunciado, que seja amaldiçoado!

Pois já dissemos antes e repetimos: se alguém anunciar um evangelho diferente daquele que vocês aceitaram, que essa pessoa seja amaldiçoada!

Gn. 2:18,20-24

Depois o Senhor disse: – Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade.

Ele pôs nomes nas aves e em todos os animais domésticos e selvagens. Mas para Adão não se achava uma ajudadora que fosse como a sua outra metade.

Então o Senhor Deus fez com que o homem caísse num sono profundo. Enquanto ele dormia, Deus tirou uma das suas costelas e fechou a carne naquele lugar.

Dessa costela o Senhor formou uma mulher e a levou ao homem.

Então o homem disse: “Agora sim! Esta é carne da minha carne e osso dos meus ossos. Ela será chamada de ‘mulher’ porque Deus a tirou do homem.”

É por isso que o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa.

Ex. 23:26

Na terra de vocês nenhuma mulher terá aborto, nem ficará sem ter filhos. E eu darei a vocês uma vida longa.

Js. 24:15

…Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o Senhor.

Ed. 10:2-3

Então Secanias, filho de Jeiel, da família de Elão, disse a Esdras: – Nós pecamos contra o nosso Deus, casando com mulheres estrangeiras de nações pagãs. Porém mesmo assim ainda há esperança para o povo de Israel.

Agora prometamos solenemente ao nosso Deus que mandaremos embora essas mulheres e os seus filhos. Isso faremos seguindo o seu conselho e o dos outros que respeitam os mandamentos do nosso Deus. Assim estaremos fazendo o que a Lei de Deus manda.

Sl. 127:1-5

Se o Senhor Deus não edificar a casa, não adianta nada trabalhar para construí-la. Se o Senhor não proteger a cidade, não adianta nada os guardas ficarem vigiando.

Não adianta trabalhar demais para ganhar o pão, levantando cedo e deitando tarde, pois é Deus quem dá o sustento aos que ele ama, mesmo quando estão dormindo. Os filhos são um presente do Senhor; eles são uma verdadeira bênção. Os filhos que o homem tem na sua mocidade são como flechas nas mãos de um soldado.

Feliz o homem que tem muitas dessas flechas! Ele não será derrotado quando enfrentar os seus inimigos no tribunal.

Sl. 128:1-6

Feliz aquele que teme a Deus, o Senhor, e vive de acordo com a sua vontade!

Se você for assim, ganhará o suficiente para viver, será feliz, e tudo dará certo para você.

Em casa, a sua mulher será como uma parreira que dá muita uva; e, em volta da mesa, os seus filhos serão como oliveiras novas. Quem teme ao Senhor certamente será abençoado assim.

Que, lá do monte Sião, o Senhor o abençoe! Que, em todos os dias da sua vida, você veja o progresso de Jerusalém! E que você viva para ver os seus netos! Que a paz esteja com o povo de Israel!

Pv. 6:20-29

Filho, faça o que o seu pai diz e nunca esqueça o que a sua mãe ensinou. Guarde sempre as suas palavras bem gravadas no coração. Os seus ensinamentos o guiarão quando você viajar, protegerão você de noite e aconselharão de dia. As suas instruções são uma luz brilhante, e a sua correção ensina a viver.

Elas livrarão você da mulher imoral e das suas palavras sedutoras.

Não seja tentado pela sua beleza, nem caia na armadilha dos seus olhos tentadores.

Qualquer homem pode ter uma prostituta por pouco dinheiro, mas o adultério custará a ele a sua própria vida.

Será que você pode carregar fogo no colo sem queimar a roupa?

Será que você pode andar em cima de brasas sem queimar os pés?

O homem que dorme com a mulher de outro corre esse mesmo perigo. Quem fizer isso terá de sofrer muito.

Pv. 22:14

O adultério é uma armadilha onde caem às pessoas que o Senhor detesta.

Pv. 31:10-31

Como é difícil encontrar uma boa esposa! Ela vale mais do que pedras preciosas!

O seu marido confia nela e nunca ficará pobre.

Em todos os dias da sua vida, ela só lhe faz o bem e nunca o mal. Está sempre ocupada, fazendo roupas de lã e de linho. De lugares distantes ela traz comida para casa, como fazem os navios que carregam mercadorias.

Ela se levanta de madrugada para preparar comida para a família e para dar ordens às empregadas.

Examina e compra uma propriedade com o dinheiro que ganhou e faz nela uma plantação de uvas.

É esforçada, forte e trabalhadora. Conhece o valor de tudo o que faz e trabalha até tarde da noite.

Ela prepara fios de lã e de linho para tecer as suas próprias roupas. Ajuda os pobres e os necessitados.

Quando faz muito frio, ela não se preocupa, porque a sua família tem agasalhos para vestir.

Faz cobertas e usa roupas de linho e de outros tecidos finos.

O seu marido é estimado por todos; é um dos principais cidadãos do lugar.

Ela faz roupas e cintos para vender aos comerciantes.

É forte, respeitada e não tem medo do futuro. Fala com sabedoria e delicadeza.

Ela nunca tem preguiça e está sempre cuidando da sua família.

Os seus filhos a respeitam e falam bem dela, e o seu marido a elogia.

Ele diz: “Muitas mulheres são boas esposas, mas você é a melhor de todas.”

A formosura é uma ilusão, e a beleza acaba, mas a mulher que teme o Senhor Deus será elogiada.

Dêem a ela o que merece por tudo o que faz, e que seja elogiada por todos.

Ml. 2:10-16

Não é verdade que todos temos o mesmo Pai? Não fomos todos criados pelo mesmo Deus? Por que, então, enganamos uns aos outros, desprezando assim a aliança que Deus fez com os nossos antepassados?

O povo de Judá tem sido infiel a Deus, e o povo de Israel e os moradores de Jerusalém fizeram coisas nojentas. O povo de Judá profanou o Templo, que o Senhor ama, e os homens casaram com mulheres que adoram ídolos.

Que o Senhor expulse do nosso país as pessoas que fazem isso, sejam quem forem, mesmo que apresentem ofertas ao Senhor Todo-Poderoso!

Existe outra coisa que vocês fazem: gemem e choram, cobrindo de lágrimas o altar de Deus porque ele já não aceita mais os sacrifícios que vocês oferecem.

E cada um de vocês pergunta: “Por quê?” É porque Deus sabe que você tem sido infiel à sua esposa, a mulher com quem casou quando era moço. Ela era sua companheira, mas você quebrou a promessa que fez na presença de Deus de que seria fiel a ela.

Não é verdade que Deus criou um único ser, feito de carne e de espírito? E o que é que Deus quer dele? Que tenha filhos que sejam dedicados a Deus. Portanto, tenham cuidado para que nenhum de vocês seja infiel à sua mulher.

Pois o Senhor Todo-Poderoso de Israel diz: – Eu odeio o divórcio; eu odeio o homem que faz uma coisa tão cruel assim. Portanto, tenham cuidado, e que ninguém seja infiel à sua mulher.

Mt. 5:31-32

Foi dito também: “Quem mandar a sua esposa embora deverá dar a ela um documento de divórcio.” Mas eu lhes digo: todo homem que mandar a sua esposa embora, a não ser em caso de adultério, será culpado de fazer com que ela se torne adúltera, se ela casar de novo. E o homem que casar com ela também cometerá adultério.

Mt. 19:3-12

Alguns fariseus chegaram perto dele e, querendo conseguir alguma prova contra ele, perguntaram: – Será que pela nossa Lei um homem pode, por qualquer motivo, mandar a sua esposa embora?

Jesus respondeu: – Por acaso vocês não leram o trecho das Escrituras que diz: “No começo o Criador os fez homem e mulher”?

E Deus disse: “Por isso o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa.”

Assim já não são duas pessoas, mas uma só. Portanto, que ninguém separe o que Deus uniu.

Os fariseus perguntaram: – Nesse caso, por que é que Moisés permitiu ao homem mandar a sua esposa embora se der a ela um documento de divórcio?

Jesus respondeu: – Moisés deu essa permissão por causa da dureza do coração de vocês; mas no princípio da criação não era assim.

Portanto, eu afirmo a vocês o seguinte: o homem que mandar a sua esposa embora, a não ser em caso de adultério, se tornará adúltero se casar com outra mulher.

Os discípulos de Jesus disseram: —Se é esta a situação entre o homem e a sua esposa, então é melhor não casar.

Jesus respondeu: – Este ensinamento não é para todos, mas somente para aqueles a quem Deus o tem dado.

Pois há razões diferentes que tornam alguns homens incapazes para o casamento: uns, porque nasceram assim; outros, porque foram castrados; e outros ainda não casam por causa do Reino do Céu. Quem puder, que aceite este ensinamento.

Mc. 10:2-12

Alguns fariseus, querendo conseguir uma prova contra ele, perguntaram: – De acordo com a nossa Lei, um homem pode mandar a sua esposa embora?

Jesus respondeu com esta pergunta: – O que foi que Moisés mandou?

Eles responderam: – Moisés permitiu ao homem dar à sua esposa um documento de divórcio e mandá-la embora.

Então Jesus disse: – Moisés escreveu esse mandamento para vocês por causa da dureza do coração de vocês.

Mas no começo, quando foram criadas todas as coisas, foi dito: “Deus os fez homem e mulher.

Por isso o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa.” Assim, já não são duas pessoas, mas uma só.

Portanto, que ninguém separe o que Deus uniu.

Quando já estavam em casa, os discípulos tornaram a fazer perguntas sobre esse assunto.

E Jesus respondeu: – O homem que mandar a sua esposa embora e casar com outra mulher estará cometendo adultério contra a sua esposa.

E, se a mulher mandar o seu marido embora e casar com outro homem, ela também estará cometendo adultério.

Lc. 16:18

Se um homem se divorciar e casar com outra mulher, comete adultério. E quem casar com a mulher divorciada também comete adultério.

Rm. 7:1-3

Meus irmãos, vocês todos podem compreender muito bem o que vou dizer. Vocês conhecem as leis e sabem que elas só têm poder sobre uma pessoa enquanto essa pessoa está viva.

Por exemplo, a mulher casada está ligada pela lei ao marido enquanto ele estiver vivo; mas, se ele morrer, ela estará livre da lei que a liga ao marido.

De modo que, se ela viver com outro homem enquanto o marido estiver vivo, ela será chamada de adúltera. Mas, se o marido morrer, ela estará legalmente livre e não cometerá adultério se casar com outro homem.

At. 16:31

Eles responderam: – Creia no Senhor Jesus e você será salvo: você e as pessoas da sua casa.

I Co. 6:9-12

Vocês sabem que os maus não terão parte no Reino de Deus. Não se enganem, pois os imorais, os que adoram ídolos, os adúlteros, os homossexuais, os ladrões, os avarentos, os bêbados, os caluniadores e os assaltantes não terão parte no Reino de Deus.

Alguns de vocês eram assim. Mas foram lavados do pecado, separados para pertencer a Deus e aceitos por ele por meio do Senhor Jesus Cristo e pelo Espírito do nosso Deus.

Alguém vai dizer: “Eu posso fazer tudo o que quero.” Pode, sim, mas nem tudo é bom para você. Eu poderia dizer: “Posso fazer qualquer coisa.” Mas não vou deixar que nada me escravize.

I Co. 7:1-5,9-16,39

Agora vou tratar dos assuntos a respeito dos quais vocês me escreveram. Vocês dizem que o homem faz bem em não casar.

Mas eu digo: já que existe tanta imoralidade sexual, cada homem deve ter a sua própria esposa, e cada mulher, o seu próprio marido.

O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever como esposa.

A esposa não manda no seu próprio corpo; quem manda é o seu marido. Assim também o marido não manda no seu próprio corpo; quem manda é a sua esposa.

Que os dois não se neguem um ao outro, a não ser que concordem em não ter relações por algum tempo a fim de se dedicar à oração. Mas depois devem voltar a ter relações, a fim de não caírem nas tentações de Satanás por não poderem se dominar.

Mas, se vocês não podem dominar o desejo sexual, então casem, pois é melhor casar do que ficar queimando de desejo.

Para os que já estão casados tenho um mandamento, que não é meu, mas do Senhor: que a mulher não se separe do seu marido.

Porém, se ela se separar, que não case de novo ou então que faça as pazes com o marido. E que o homem não se divorcie da sua esposa.

Aos outros digo eu mesmo, e não o Senhor: se um homem cristão é casado com uma mulher que não é cristã, e ela concorda em continuar vivendo com ele, que ele não se divorcie dela.

E, se uma mulher cristã é casada com um homem que não é cristão, e ele concorda em continuar vivendo com ela, que ela não se divorcie dele.

Pois Deus aceita o homem que não é cristão por ele estar unido com a sua esposa cristã; e aceita a mulher que não é cristã por ela estar unida com o seu marido cristão. Se não fosse assim, os filhos deles não pertenceriam a Deus. Mas, sendo assim, eles pertencem.

Porém, se o marido não-cristão ou a esposa não-cristã quiser o divórcio, então que se divorcie. Nesses casos o marido cristão ou a esposa cristã está livre para fazer como quiser, pois Deus chamou vocês para viverem em paz.

Esposa cristã, como é que você pode ter a certeza de que não vai salvar o seu marido? E você, marido cristão, como é que você pode ter a certeza de que não vai salvar a sua esposa?

A mulher não está livre enquanto o seu marido estiver vivo. Caso o marido morra, ela fica livre para casar com quem quiser, contanto que case com um cristão.

II Co. 6:14-16

Não se juntem com descrentes para trabalhar com eles. Pois como é que o certo pode ter alguma coisa a ver com o errado? Como é que a luz e a escuridão podem viver juntas?

Como podem Cristo e o Diabo estar de acordo? O que é que um cristão e um descrente têm em comum?

Que relação pode haver entre o Templo de Deus e os ídolos? Pois nós somos o templo do Deus vivo, como o próprio Deus já disse: “Eu vou morar e viver com eles. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.”

Gl. 3:15

Meus irmãos, vou usar um exemplo da vida diária: quando duas pessoas combinam alguma coisa e assinam um contrato, ninguém pode quebrá-lo ou acrescentar qualquer coisa a ele.

Ef. 5:22-33

Esposa, obedeça ao seu marido, como você obedece ao Senhor.

Pois o marido tem autoridade sobre a esposa, assim como Cristo tem autoridade sobre a Igreja. E o próprio Cristo é o Salvador da Igreja, que é o seu corpo.

Portanto, assim como a Igreja é obediente a Cristo, assim também a esposa deve obedecer em tudo ao seu marido.

Marido, ame a sua esposa, assim como Cristo amou a Igreja e deu a sua vida por ela.

Ele fez isso para dedicar a Igreja a Deus, lavando-a com água e purificando-a com a sua palavra.

E fez isso para também poder trazer para perto de si a Igreja em toda a sua beleza, pura e perfeita, sem manchas, ou rugas, ou qualquer outro defeito.

O homem deve amar a sua esposa assim como ama o seu próprio corpo. O homem que ama a sua esposa ama a si mesmo.

Porque ninguém odeia o seu próprio corpo. Pelo contrário, cada um alimenta e cuida do seu corpo, como Cristo faz com a Igreja, pois nós somos membros do corpo de Cristo.

Como dizem as Escrituras Sagradas: “É por isso que o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua esposa, e os dois se tornam uma só pessoa.”

Há uma verdade imensa revelada nessa passagem das Escrituras, e eu entendo que ela está falando a respeito de Cristo e da Igreja.

Mas também está falando a respeito de vocês: cada marido deve amar a sua esposa como ama a si mesmo, e cada esposa deve respeitar o seu marido.

Cl. 3:18-19

Esposa, obedeça ao seu marido, pois é o que você deve fazer por ser cristã. Marido, ame a sua esposa e não seja grosseiro com ela.

I Ts. 4:3-8

O que Deus quer de vocês é isto: que sejam completamente dedicados a ele e que fiquem livres da imoralidade.

Que cada um saiba viver com a sua esposa de um modo que agrade a Deus, com todo o respeito e não com paixões sexuais baixas, como fazem os incrédulos, que não conhecem a Deus.

Nesse assunto, que ninguém prejudique o seu irmão, nem desrespeite os seus direitos! Pois, como nós já lhes dissemos e avisamos, o Senhor castigará duramente os que fazem essas coisas.

Deus não nos chamou para vivermos na imoralidade, mas para sermos completamente dedicados a ele.

Portanto, quem rejeita esse ensinamento não está rejeitando um ser humano, mas a Deus, que dá a vocês o seu Espírito Santo.

I Tm. 2:11-15

“As mulheres devem aprender em silêncio e com toda a humildade.

Não permito que as mulheres ensinem ou tenham autoridade sobre os homens; elas devem ficar em silêncio. Pois Adão foi criado primeiro, e depois Eva.

E não foi Adão quem foi enganado; a mulher é que foi enganada e desobedeceu à lei de Deus.

Mas a mulher será salva tendo filhos se ela, com pureza, continuar na fé, no amor e na dedicação a Deus.”

Hb. 13:4

Que o casamento seja respeitado por todos, e que os maridos e as esposas sejam fiéis um ao outro. Deus julgará os imorais e os que cometem adultério.

I Pd. 3:1-12

Assim também você, esposa, deve obedecer ao seu marido a fim de que, se ele não crê na mensagem de Deus, seja levado a crer pelo modo de você agir. Não será preciso dizer nada porque ele verá como a conduta de você é honesta e respeitosa.

Não procure ficar bonita usando enfeites, penteados exagerados, jóias ou vestidos caros.

Pelo contrário, a beleza de você deve estar no coração, pois ela não se perde; ela é a beleza de um espírito calmo e delicado, que tem muito valor para Deus.

Porque era assim que costumavam se enfeitar as mulheres do passado, as mulheres que eram dedicadas a Deus e que punham a sua esperança nele. Elas eram obedientes ao seu marido.

Sara foi assim; ela obedecia a Abraão e o chamava de “meu Senhor”. Você será agora sua filha se praticar o bem e não tiver medo de nada.

Também você, marido, na vida em comum com a esposa, reconheça que a mulher é o sexo mais fraco e que por isso deve ser tratada com respeito. Porque a esposa também vai receber, junto com você, o dom da vida, que é dado por Deus. Aja assim para que nada atrapalhe as orações de vocês.

Finalmente, que todos vocês tenham o mesmo modo de pensar e de sentir. Amem uns aos outros e sejam educados e humildes uns com os outros.

Não paguem mal com mal, nem ofensa com ofensa. Pelo contrário, paguem a ofensa com uma bênção porque, quando Deus os chamou, ele prometeu dar uma bênção a vocês.

Como dizem as Escrituras Sagradas: “Quem quiser gozar a vida e ter dias felizes não fale coisas más e não conte mentiras.

Afaste-se do mal e faça o bem; procure a paz e faça tudo para alcançá-la.

Pois o Senhor olha com atenção as pessoas honestas e ouve os seus pedidos, porém é contra os que fazem o mal.”

One thought on “O que a Bíblia diz acerca da Família e do Casamento

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor