O Reino de Deus

Deus quer ajustar nosso foco!

Estamos olhando para o leite e mel (bênçãos) e nos esquecemos daquele que nos dá o leite e mel. Olhamos para os benefícios e não para o Beneficiador. Olhamos para os frutos e não para a videira. (Rm. 6; Mt. 6:33 – o foco)

1 – Introdução

O ministro de Deus deve declarar todo o conselho de Deus. Todas as doutrinas devem ser ensinadas e aceitas com reverencia

Temos que ensinar:

a- As bênçãos e as maldições

b- A graça de Deus (paciência e tolerância)

c- E as maldições aos desobedientes

Não podemos só ensinar acerca das bênçãos, mas ensinar também acerca da terrível consequência que virá sobre os que se recusam a obedecer a Deus. (Mt. 7:22-23)

Deus é tardio em irar-se (Ne. 9:17; Na. 1:3) e fazer cair o seu julgamento. Deus adiou o julgamento para o julgamento final, esperando que até lá (aqui na terra) todas as pessoas se reconciliem com Ele. (At.  17:31; II Tm. 4:1)

Mas, os homens têm interpretado mal as demoras divinas e tem zombado do dia do julgamento.

Dt. 30:15-20

Temos falado bastante sobre:

– os nossos direitos

– o que nos pertence

– quem somos em Cristo

Mas temos de falar sobre as nossas:

– responsabilidades

– deveres cristãos

2 – O Reino das trevas / O Reino de Deus

Só há dois reinos – trevas e o Reino de Deus. (Cl. 1:13)

2.1 – O reino das trevas – (Lc. 16:13; Mt. 6:24)

A – Jo. 10:10

B – Uma pessoa ou é governada por Deus ou pelo diabo.

Alguém dirá: – “eu cá faço o que quero; eu sou o senhor do meu nariz”.

É o que você pensa

C – Se Jesus não é o dono, o Rei de sua vida, de certeza que o dono, o rei é o diabo. (Jo. 8:44)

D – Pergunta: então porque tanta gente faz o que quer?

– Porque o diabo sabe que este mundo vai acabar em breve, portanto, ele deixa-os fazer que querem.

– Exemplo do barco a afundar-se: o capitão chama todos os passageiros de 3ª e 2ª classe e deixa-os ir para os camarotes de 1ª classe. Todos podem beber o que quiserem, todos podem fazer o que quiserem o barco, dentro de horas vai irremediavelmente para o fundo.

E – É o que acontece com este mundo

Exemplo de um homem que viveu como quis, fez o que quis e nunca ligou nenhuma a Deus.

(Lc. 16:19-31) – Vivia regaladamente, senhor do seu nariz, senhor de si mesmo; mas morreu, como acontece a toda gente; o pior foi para o Hades; do Hades já ninguém pode sair.

Só há dois reinos, dois mundos:

– o reino das trevas

– o Reino de Deus

Você tem que escolher, aqui na terra, a qual dos reinos (países) você quer pertencer. A escolha é sua e não de Deus.

Suponhamos que você vivia em Portugal ou no Brasil e quisesse emigrar para os EUA, que é um pais próspero, quais seriam as condições para pode viver lá?

1 – Ter um passaporte, visto de entrada – (salvação)

Morte – nascer de novo – (Jo. 3:3)

2 – Obedecer às autoridades do país – presidente, aut. do governo, aut. da policia, aut. da justiça, leis de tráfego, leis de comércio, etc.

Nascido de Deus: (I Jo. 3:9; I Jo. 4:7, I Jo. 5:1,4, I Jo. 5:18)

Quem não quiser se submeter a isto, certamente que: ou não chega a entrar nesse pais, ou se já está lá, acaba por ser expulso. O mesmo acontece no Reino de Deus.

Todas as pessoas que nascem neste planeta, nascem no reino das trevas. (Rm. 5:12). Como veremos adiante, é um reino (país) mau, cheios de problemas, dificuldades… etc., e o pior com um final muito mau.

Deus teve misericórdia de nós e dá a cada pessoa uma possibilidade de emigrar para o Seu Reino (Reino de Deus). Lá só há o que é bom e no final todos acabarão por viver eternamente com tudo o que é bom.

Quais são as condições que Deus impõe para podermos entrar em Seu Reino e viver lá eternamente?

1 – ter o passaporte com visto de entrada – Salvação

2 – obedecer às autoridades do Reino de Deus – Deus, Jesus, o Espírito Santo, aos Seus ministros: pastores, etc…

3 – cumprir com as leis do Reino

2.2 – O Reino de Deus

A – É um lugar, um país. Neste Reino Jesus Cristo é o Rei, o Senhor é o dono de tudo e de todos

B – Ele governa através: amor, paz, gozo, verdade, honestidade.

O diabo governa com: ódio, rancor, inquietação, medo , descontentamento, choro, mentiras, invejas, desonestidade.

C – No Reino de Deus há: disciplina, ordem, hierarquias, vários seres: anjos, o homem, seres espirituais, seres carnais.

D – Deus o Pai constituiu a Jesus como o Senhor de tudo o que Deus diz: neste Reino, neste país, Jesus é o Rei, Jesus é o dono de tudo (Fp. 2:9-11), Jesus manda em todos. Quem não quiser submeter e obedecer ao Rei Jesus, não poderá viver neste Reino, neste país.

Como se entra neste Reino?

Jo. 14:6 – Jesus é o caminho único que leva a Deus

At. 4:12 – em nenhum outro Nome há salvação

Temos que crer no que Jesus fez, temos de recebê-Lo como nosso Salvador, temos de aceitá-Lo como o Rei, Senhor, Dono da nossa vida.

3 – Salvação

3.1 – O que você era sem Cristo – um pecador, no reino das trevas, condenado a viver eternamente nesse mundo terrível (Rm. 3)

3.2 – Salvação só em Jesus. (Jo. 14:6; At. 4:12)

3.3 – Salvação não é pelas obras – nem é por mérito próprio, por ser boa pessoa, por pagar as contas, etc. É pela graça de Deus. Ef. 2:8-9

3.4 – Como ser salvo

– crer em Jesus, que Ele morreu na cruz em seu lugar

– receber Jesus como seu Senhor e salvador

– Senhor porque Ele passa a ser dono da sua vida

– Salvador porque foi Ele quem o salvou

3.5 – Uma vez salvo, salvo para sempre?

Resposta: NÃO! Temos que perseverar até o fim. (Mt. 10:22; Ap. 21:7-8)

Santa Ceia – comemorar a nossa salvação – dedicarmo-nos a Deus e dizer a Ele que O seguimos e O servimos.

– Em troca Deus nos fortalece no homem interior e nos cura também – Is. 54:4-5

4 – O preço de entrar no Reino de Deus – (Sl. 49:6-8)

4.1 – Salvação é de graça, não custa dinheiro

Não é por fazer boas obras, não é por vir a igreja. (Rm. 3:24)

Mas, tem um preço: você terá que dar ao Rei tudo o que é seu, tudo o que você é.

Toda a gente pode pagar o preço e repare que paga de acordo com as suas posses. Você se não quiser pagar o preço, não entra no Reino de Deus

4.2 – (Mt. 13:44-46) – Parábola da pérola

– Os seus defeitos, os seus problemas. Tudo o que é seu você dá a Deus: a sua vida, a sua família, os seus bens materiais, as suas memórias, os seus títulos, tudo!

4.3 – Deus então lhe empresta tudo de volta

Desde que você ponha tudo à disposição de Deus  ponha tudo à disposição de Deus. Se lhe mandar dar isto ou aquilo, será fácil. No Reino de Deus opera-se na lei do amor e não na lei do egoísmo.

4.4 – Aceite o Senhorio de Jesus Cristo

O trono de sua vida é ocupado por Jesus e não por si mesmo, você passa a fazer o que o Rei Jesus manda e não o que lhe apetece. Você submete-se ao Rei Jesus. (Rm. 10:9)

Senhor = YHVH = Jeová – nome mais sagrado de Deus.

4.5 – Em troca, Jesus deixa-o usufruir das regalias:

– vida eterna, saúde, prosperidade, gozo, amor, paz

4.6 – O Reino de Deus é como um país

Para viver neste país você terá que se submeter ao Seu Rei

5 – O Senhorio de Jesus

5.1 – Jesus é o Senhor de todos

a – A atitude de muitos cristãos: “Senhor abençoa o meu plano”; “Senhor eu vou de viagem, protege-me”; “Senhor, o meu marido precisa de um emprego”; “Senhor, o meu filho tem exames, ajuda-o; “Senhor estou doente, cura-me”.

Fazem de Jesus o seu “empregado”, mas Jesus é o Senhor!

b – Outros só vem à Igreja numa atitude de “sacar bênçãos”: “Pastor ore por mim agora, pois tenho mais o que fazer em casa”.

Outros só chegam a reunião a hora de orar pelos doentes. (Jo. 6:26-27)

c – Outros se são perseguidos ou fortemente atacados pelo diabo, desistem. (Mt. 13:21; Rm. 8:35)

d – Jesus é o Senhor

– A quem presta vassalagem (honra)? À sociedade? À família? Aos filhos?

– Quem é o Senhor da sua vida? E quem governa o seu modo de viver? O dinheiro? A moda?  O seu negócio? O seu barco? A opinião dos amigos?

e – Jesus aqui na terra personificou o Deus paciente à espera que nos arrependamos. Mas Jesus está, hoje, no Trono Celestial. (Ap. 1; Mt. 25;14) – Parábola dos 10 talentos

6 – A morte do eu. (Dt. 8:2)

Você morreu. Hoje é Jesus que está sentado no Trono da sua vida. Ex. do homem morto – se o insultar ou elogiar, ele não responde = está morto. (Mc.  8:34-38)

Cristo não pode ser o Senhor da minha vida, se eu for contrário à vontade de Deus.

“O que quiser salvar a sua vida…” – é o caso do irmão que recebeu Jesus, mas não vem à Igreja porque algum vizinho pode vê-lo, ou um colega do serviço – a sua reputação – … “eu andar no meio desta gente?”

Jesus ordenou a cada pessoa: (Mt. 10:37)

– para renunciar aos seus próprios interesses

– para abandonar os seus pecados

– para obedecer completamente a Jesus

7 – Obediência a Deus (I Co. 10:1-13)

Foi à desobediência de Lúcifer que o fez sair do Reino de Deus.

Foi à desobediência de Adão que trouxe todas as maldições a terra.

a – o povo de Deus (Israel) estava caído no Egito por causa da desobediência dos pais. Deus com mão forte os livrou (saída do Egito). Moisés exorta o povo a obedecer a Deus (Dt. 4:1-9).

b – Dt. 4:1-2 – Deus exige obediência para nosso próprio proveito.

Ex. de um filho a atravessar a rua

As bênçãos de Abraão já são nossas, mas você só possuirá essa terra se for “obediente” a tudo o que Deus diz.

– Obediência  a Deus:

– à Sua Palavra

– ao Seu Espírito Santo

– às Autoridades instituídas por Ele

c – Deus não está interessado em sacrifícios, mas sim em obediência. (Is. 58:3-9)

Deus é o mesmo ontem, hoje e amanhã. Deus não muda. O seu jejum não vai mover a Deus, nem vai fazer com que Ele faça algo.

Deus já está movido com as suas enfermidades e problemas. Por isso é que Ele enviou Jesus – só a obediência a fazer o que Deus diz na sua Palavra – vai fazer com que Deus responda e solucione o seu problema.

d – Obediência a Deus – traz bênçãos, prosperidade, vida…

Desobediência a Deus – traz maldições, pobreza, doenças…

Algumas mães vêm à igreja só pelo filho ou marido: – amam mais o filho ou o marido do que a Jesus, – alguns irmãos só vêm a igreja, depois de visitarem os amigos e se tiverem tempo para vir a igreja, – alguns homens de negócios só vêm a igreja, se tiverem tempo, – alguns pastores amam mais a sua denominação do que amam a Deus.

– Faça de Jesus o Senhor de toda a sua vida e de todas as suas coisas. Senhor tudo é teu e sou teu. Senhor o que queres que eu faça, eu o farei. Senhor, o que me mandares dar, eu darei.

Você pode dizer: – Mas o pastor está sendo duro hoje!

Não. Estou sendo vosso amigo! (Mt. 7:13-14; Mt. 24:3-14). Os sinais da segunda vinda de Jesus. Estamos em tempos dificieis, o diabo sabe que tem os seus dias contados. “Os que perseverarem até o fim serão salvos”.

(Mt. 24:36-42) – exortação a vigiar – arrependimento

8 – Submissão a Deus e as suas autoridades delegadas

Autoridades instituídas por Deus. Obediência – regra do Reino

Acerca de autoridades e a submissão:

– no País – Presidente

– no Emprego – o Patrão

– no Lar – o Marido

– na Igreja – o Pastor

Hierarquias:

– Presidente ou 1º Ministro, Ministros

– Diretor, Gerente, Chefe

– Marido, Mulher, Filhos

– Pastor Principal, Co-Pastor, Presbítero, Diáconos

Dizer “Jesus é meu Senhor” é submeter-se a vontade de Jesus, é submeter-se a vontade das autoridades que Deus instituiu.

(Mt. 10:37-39) – “…Tome a sua cruz e siga-me”

Tomar a cruz é fazer a vontade de Jesus Cristo mesmo quando ela for oposto a sua própria vontade, numa atitude de amor e não de murmuração.

O mesmo ocorre com as autoridades instituídas por Deus no País, no Emprego, no Lar, na Igreja.

Exemplo no Emprego:

– O seu chefe lhe dá uma tarefa, mas você não concorda que se faça dessa maneira. Vai falar com o chefe mas o ele continua achando que o modo dele vai dar certo. O que você deve fazer?

1º – Desobedecer e fazer a sua vontade?

2º – Amuar e despedir-se?

3º – Submeter-se mas contrariado fazendo com todas as pessoas ao redor saibam o que você pensa?

4º – Submeter-se e andar em amor, aceitando e reconhecendo que mesmo que não funcione a responsabilidade é do chefe?

Exemplo no Lar:

O marido e a esposa decidem comprar uma mobília ou carro novo. Depois de verem os prós e os contras ela acha uma coisa e ele outra. O que deverá ser feito?

1º – Fazer a vontade da mulher, mesmo contra a vontade expressa do marido?

2º – A mulher submete-se (toma a cruz) e compra o que ele quer, mas contrariada resmunga fazendo com que todas as pessoas a volta saibam que não vai dar certo e que ela é quem sabe, que ele sempre foi um “palerma”?

3º  – A mulher submete-se a vontade do marido em amor e reverencia o marido e aceita com grande alegria a vontade do marido, mesmo que pense que é uma grande asneira?

9 – Parábola do Filho Pródigo – (Lc. 15:11-24)

– O egoísmo do filho

– O filho desobedeceu a Deus e ao pai

– Consequência do pecado do filho

Nota: nem sempre as consequências se veem de uma semana para outra.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.