A crise provocada pelo pecado

Estavam tão ocupados em atender as vontades próprias, em suprir os egoísmos, em ser altivos e orgulhosos, a correr atrás das riquezas, a atender o deus ventre, que não deram atenção a entrada em massa do engano, a operação do erro, nem se aperceberam que a prosperidade era momentânea e que os dias difíceis viriam, que a crise chegaria.
Não me escutaram, porém, e nem deram ouvidos, recusando abandonar sua maldade e cessar de oferecer incenso a deuses estranhos.
Jeremias 44:5

Agora culpam as religiões que se instalaram em larga escala, culpam o governo omisso e corrupto, culpam outros, mas não são capazes de analisar a si mesmos e tomarem a culpa para si mesmos. Não são capazes de lembrar quantas vezes Deus falou, quantos avisos foram feitos pelos verdadeiros profetas de Deus, os quais chorando e gemendo alertaram, dia após dia, para os perigos que viriam se afastassem da verdade.
Um povo que era subjugado, foi liberto, mas depois de liberto se tornou escravo de si mesmo, dos desejos, e não contente com isso se tornaram escravos de Mamom e rejeitaram as oportunidades de livramento que Deus enviou.
Esse povo sedento de riquezas, ávido a gastar em seus deleites, cego e surdo para a Verdade, prefere seguir pastores que não se preocupam com a salvação, nem tão pouco em libertar das amarras de Mamom, pois um povo subjugado pelo pecado, amarrado pelos desejos, é fácil de dominar, é fácil de impor um comando, é fácil de prender com medo, maldições, cadeias, jugo, manipulação. A culpa impede de tomar uma atitude e ser liberto.
Deus se revelou a algumas pessoas em meio a esse quadro avassalador, confirmando o desejo de libertar o seu povo, infelizmente a esses que receberam essa revelação por meio dos profetas, não deram ouvidos até então, e permitiram que o pecado fosse mais forte em sua vida, não atentaram a Palavra preferindo os prazeres oferecidos pelas riquezas e pela carne.
Por causa disso hoje o quadro da situação é esse:
E eles me responderam: “Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na província, passam por grande sofrimento e humilhação. O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destruídas pelo fogo”.
Neemias 1:3
Esse povo está imerso em pecado com seus frutos sendo manifestos em larga escala:
Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Gálatas 5:19-21

Apesar disso, Deus, sempre enviou e continua enviando os seus profetas para salvar o seu povo:

Desde o início, contudo, jamais cessei de enviar-vos os profetas, meus servos, a fim de dizer-vos que não devíeis cometer tão detestáveis abominações.
Jeremias 44:4

Esse quadro pode ser aplicado para várias nações, mas há pelo menos três nações pelas quais tenho clamado diante de Deus e por isso uma palavra brotou em meu coração em 28 de Julho de 2008:

Um povo amado por Deus
E quando se unir será extremamente forte
Ao se unir Deus fará algo poderoso nesta nação
E um novo recomeço acontecerá
Só que desta vez será o Reino de Deus implantado nesta nação
Um Reino que não será abalado.
Enquanto o homem for o centro todos sofrerão,
Mas quando colocarem Deus no centro, um exercito poderoso se levantará
A Palavra de Ordem é Ezequiel 37
Então profetizem sobre o vale de ossos secos!
E o Espírito fluirá de todos os cantos ajuntando o que se separou
Abrindo todas as portas que os homens fecharam
Não desista! Nem diga que tudo já foi feito!
Quer ouça quer deixe de ouvir a Palavra do Senhor continua sendo dada e o Seu desejo é libertar o Seu povo. Mas o tempo está próximo, assim sendo. busque a solução para a crise no lugar certo:
se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra.
II Crônicas 7:14

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor