Tempo

Tempo – algo abstrato, não se vê, não se pode tocar, não pode ser percebido; mas vemos claramente o seus efeitos.

Em tudo a nossa volta os efeitos do tempo podem ser percebidos, podem ser verificados, podem ser atestados. Estes efeitos nos provam que o tempo existe e que ele não se limita por nada.

Nosso corpo reflete a ação impiedosa do tempo. Nosso carro sofre o desgaste causado pelo tempo. Até mesmo o lugar onde moramos se deteriora com a ação deste ser invisível.

O tempo pode ser considerado um inimigo por alguns, para outros é um grande aliado.

Muitas vezes querem retardar a sua ação, com cirurgias plásticas, com cosméticos, com um novo casamento, ou com uma reforma completa no imóvel, ou com uma restauração no carro, etc… Outros querem recuperar o tempo perdido, como se isso fosse possível, pois uma vez perdido é impossível encontrá-lo.

Mas há algo sobre o tempo que precisamos saber, até mesmo crer:

“Deus é o Senhor do tempo”!

Salomão em toda sua sabedoria declarou o seguinte em Eclesiastes 3:1-8:

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há

  • Tempo de nascer
  • Tempo de morrer
  • Tempo de plantar
  • Tempo de arrancar o que se plantou
  • Tempo de matar
  • Tempo de curar
  • Tempo de derribar
  • Tempo de edificar
  • Tempo de chorar
  • Tempo de rir
  • Tempo de prantear
  • Tempo de saltar
  • Tempo de espalhar pedras
  • Tempo de ajuntar pedras
  • Tempo de abraçar
  • Tempo de afastar-se de abraçar
  • Tempo de buscar
  • Tempo de perder
  • Tempo de guardar
  • Tempo de deitar fora
  • Tempo de rasgar
  • Tempo de coser
  • Tempo de estar calado
  • Tempo de falar
  • Tempo de amar
  • Tempo de aborrecer
  • Tempo de guerra
  • Tempo de paz

O Apóstolo Paulo nos deu um conselho precioso na Epístola de Efésios 5:16: “remindo o tempo, porquanto os dias são maus”. Na Bíblia NTLH este conselho é traduzido desta forma: “Os dias em que vivemos são maus; por isso aproveitem bem todas as oportunidades que vocês têm”.

Uma coisa sabemos com certeza: o homem não domina o seu tempo, ele pode até tentar organizá-lo da melhor maneira possível, pode fazer planejamentos a curto, médio e longo prazo, mas o tempo tem um dono e é Ele quem determina todas as coisas, em sua infinita sabedoria e em Sua soberania.

Diz a Palavra de Deus em Provérbios 16:1 – “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor”.

Ele determinou quantos anos o homem deveria viver nesta terra: Salmos 90:10 – “A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos”.

Certa vez recebi este pequeno texto do Pastor Agnaldo Sacramento:

Cronos – nome grego de Saturno. Saturno, nome latino de Cronos.

Segundo a lenda grega, esposou Cib a pedido da Terra, mutilou seu pai e ocupou o trono da Terra. Foi-lhe dito que um dos seus filhos o destronaria e, assim, devorava os filhos à medida que nasciam. E a lenda prossegue culminando com sua prisão no Tártaro.

Cronos, tempo, lembra o relógio que não pára e devora a tudo e a todos, especialmente se não fizer bom uso do tempo.

Ef. 5:16 – remindo o tempo, porquanto os dias são maus.

O homem está na dimensão do Cronos: Cronologia, sempre olhando para o Relógio, preso ao tempo. Deus está na dimensão do Aiõnios.

Esta palavra também aparece em Jo. 3:16 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Vida eterna = Zoêh aiônios, uma qualidade de vida com valores sobrenaturais.

Zoe, a vida de Deus! Vida eterna, zoêh aiônios, começa aqui e agora: Vida abundante (Jo. 10:10b – Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância), no grego: Perissõs Zoê. Vida excessivamente abundante: super abundante!

Que privilégio dizer: – Eu tenho Zoê de Deus, a vida de Deus dentro de mim.

Como filhos de Deus temos a vida de Deus dentro de nós, esta vida está em Seu Filho, o qual é representado em nós pelo Espírito de Deus, somos o templo do Espírito Santo. Portanto não podemos andar como queremos, nem fazer o que queremos, nem ir para onde queremos. Nossas decisões, nossos planos precisam passar pela aprovação do nosso Deus.

Pv. 5:7,9-13 – para que não dês a outros a tua honra, nem os teus anos a cruéis. Para que não se fartem os estranhos do teu poder, e todos os teus trabalhos entrem na casa do estrangeiro; e gemas no teu fim, quando se consumirem a tua carne e o teu corpo, e digas: Como aborreci a correção! E desprezou o meu coração a repreensão! E não escutei a voz dos meus ensinadores, nem a meus mestres inclinei o meu ouvido!

v. 21 – Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, e ele aplana todas as suas carreiras.

A Deus seja a Glória!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor