ATRIBUTOS E CARACTERÍSTICAS DE UM SERVO DE DEUS

Quais são as MARCAS de um huperetas?

1-       Entende as bem as definições ministeriais

2-       Cumpre as condicionantes para servir

3-       Paciência

4-       Disciplina

5-       Obediência

6-       Provado no deserto e para a fornalha

7-       Modelo bíblico escolha dos servos

8-       Usa a correta vestimenta digna de um servo

9-       Dedica tempo à oração e a Palavra

 

1- Definições
Lc. 9:62 – “Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus.”

MINISTÉRIO = Desempenho de um serviço ; Exercício de um serviço religioso especial, como o dos levitas, sacerdotes, profetas e apóstolos ; Atividade desenvolvida por Jesus até a sua ascensão; Cargo ou ofício de Ministro

MINISTRO (HUPERETAS) = Servo; Empregado; Conselheiro; auxiliar; Pessoa designada para exercer um Ministério; O servo de Cristo que, na igreja, prega a palavra e administra o batismo, a ceia, etc.

SERVO = Empregado; Escravo; Pessoa que presta culto e obedece a Deus

Condicionantes para servir:

1-       Amar a Deus sobre todas as coisas

2-       Ser crucificado para si mesmo e para o mundo

3-       Ser cheio do Espírito Santo

4-       Ser obediente a Deus

5-       Ter chamada de Deus

6-       Ser obediente às autoridades instituídas por Deus

7-       Consagrar-se totalmente à obra de Deus

8-       Ser disciplinado

9-       Terá que viver pela fé

10-    Não ser desocupado

11-    Deixar tudo se for preciso por amor a Jesus e ao Evangelho

12-    Não poderá apoiar sobre ganhos, bens, etc.

13-    Não buscar tesouros na terra

14-    Não ter possessão na terra

15-    Anseia por servir o próximo e não ser servido ou servir-se de Deus para ganho pessoal.

16-    Devem ser pessoas de oração

17-    Não tem nada haver com idade, tem haver com disposição

 

Um servo vem para construir o Reino de Deus, não busca os seus próprios interesses, seu conforto pessoal, mas que esse Reino cresça, ganhando mais vidas para Jesus, em obediência incondicional a Deus – sem reservas.

Mt. 6:19-20 – “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.”

Mc. 10:29-30 – “E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do Evangelho, Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna.”

Exemplo dos sacerdotes:

Os levitas (sacerdotes), no tempo em que Israel ia guerra, iam a frente louvando a majestade santa do Senhor. Não tinham possessão alguma, pois o Senhor era a sua possessão.

Nm. 18:20 – “Disse também o Senhor a Arão: Na sua terra herança nenhuma terás, e no meio deles nenhuma porção terás; eu sou a tua porção e a tua herança entre os filhos de Israel.”

Exemplo de Eliseu:

I Rs. 19:19-21 – … Voltou Eliseu de seguir a Elias, tomou a junta de bois, e os imolou, e, com os aparelhos dos bois, cozeu as carnes, e as deu ao povo, e comeram. Então, se dispôs, e seguiu a Elias, e o servia.”

Em outras palavras, Eliseu rompeu com seu passado, ao imolar os bois e cozê-los, ele acabou com o seu modo de sustento, agora ele dependia totalmente de Deus, não tinha mais retorno.

Assim devem ser os servos de Deus, dependemos dele exclusivamente. Pois Ele nos sustentará.

Exemplo de Jesus:

Lc. 9:57-62 – “… As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça…

.Ele tinha as necessidades supridas, mas sem luxos excessivos.

Exemplo de Paulo:

I Ts. 2:3-12

3- PACIÊNCIA
“CAPACIDADE DE SOFRER OU SUPORTAR COM CALMA E SEM RECLAMAR”

No NT, a característica da pessoa que não se desvia de seu propósito e de sua lealdade a fé e piedade mesmo diante das maiores provações e sofrimentos, firmemente; que espera por alguém ou algo lealmente; que persiste com paciência, constância e perseverança. Ficar; retardar; permanecer; não se retirar ou fugir; preservar sob desgraças e provações, manter-se firme na fé em Cristo; sofrer, aguentar bravamente e calmamente os maus-tratos. Estabilidade, constância, tolerância.Rm. 5:3-5 – … os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. Essa esperança não nos deixa decepcionados…

Um servo de Deus é marcado pela sua paciência (proveniente de uma vida cheia do Espírito): Um povo de dura servis só é quebrado quando ouve a Palavra muitas vezes, pois a Palavra é martelo que esmiúça a pedra, que é a dureza do coração do povo de Deus. É preciso muita palavra, muita persistência que é produzida pela paciência.

A paciência é um dos atributos de Deus, que tem esperado que os homens em todo lugar sejam salvos. Muitos têm a promessa de Deus por tardia, mas Ele está à espera do arrependimento sincero dos homens. Tudo tem um tempo pré-estabelecido. II Pd. 3:9 – “O Senhor não demora a fazer o que prometeu como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados.”

II Tm. 2:24-26 – “Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e sim deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente, disciplinando com mansidão os que se opõem, na expectativa de que Deus lhes conceda não só o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, mas também o retorno à sensatez, livrando-se eles dos laços do diabo, tendo sido feitos cativos por ele para cumprirem a sua vontade.”

O imediatismo permeia as nossas vidas, queremos tudo na hora. Perseverar, conservar, manter, esperar, tudo tem a ver com paciência. Nesta geração do fast-food até as bênçãos de Deus tem de ser imediatas. Se não esperarmos em Deus, poderemos estragar tudo como Saul e assim poderemos ser reprovados por Deus.

I Sm. 15:11 – “Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não executou as minhas palavras. Então Samuel se contristou, e toda a noite clamou ao Senhor.”

Solução: Hb. 12:1-3 – “Assim nós temos essa grande multidão de testemunhas ao nosso redor…

 4 – DISCIPLINA
Dn. 6:10 – … três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer.

Deus quer manifestar-se em e através de nós, então o servo de Deus precisa ter comunhão com Ele, estar diariamente em Sua presença, ir ao Seu encontro e adora-Lo, ter comunhão íntima, longe dos embaraços dessa vida. Deus quer gerar em nós: paciência, perseverança, esperança. Deus quer gerar em nós o fruto do Espírito: Gl. 5:22-23 – “Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei.”

Exatamente como os verdadeiros apóstolos que “gastavam” tempo na oração e na Palavra, delegando outros afazeres aos diáconos (At. 6:2-4 – aos quais encarregaremos deste serviço; e, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da palavra).

O grande segredo para ser cheio do Espírito Santo é permanecer na presença de Deus, sem pressa, esperando pacientemente em Deus, se realmente quiser manifestar a glória do Senhor.  Hb. 6:10-19

Todos nós devemos nos empenhar na comunhão com Deus, pois, Ele gosta de relacionamentos, e isso não se resume a uma lista de petições ou de queixas: falta isto ou aquilo, pois Ele sabe do que precisamos (Sl. 37:4 – Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração). Há aqueles que mantem distância de Deus e elegem “sacerdotes” para pedirem por eles”, frutos de ensinamentos errados desses “pastores”, pois, ambos, não têm paciência para esperar em Deus.

5 – Obediência
A obediência no Reino de Deus é a chave para o verdadeiro sucesso. Em toda a Bíblia é condição para obter de Deus o que quer que seja. Obediência a Deus garante a entrada no Reino de Deus: Mt. 7:15-23 – “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, … Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! …

O crescimento de um servo é proporcional à sua obediência. Muitos querem crescer espiritualmente, mas, nunca conseguirão porque falham na coisa mais básica no serviço que é a obediência. E não é ser obediente, apenas, no  que está as vistas, pois não é suficiente, não passa de um grande engano.

Obediência deve ser de todo o coração

Dt. 26:16 – “Neste dia o Senhor teu Deus te manda fazer estes estatutos e juízos: guarda-os pois, e faze-os com todo o teu coração e com toda a tua alma.”

Obediência é o preço do êxito

Js. 1:8  – “Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e então prudentemente te conduzirás.”

Obediência é melhor do que o sacrifício

I Sm. 15:22 – “Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.”

Obediência é um dever imperativo da vida

At. 5:29 – “Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.”

Obediência é a única forma de ter garantidas as bençãos de Deus

Dt. 28:1-2 – “E Será que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu te ordeno hoje, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus:”

6 – PROVADO NO DESERTO E NA FORNALHA
Deus vai testá-lo, assim como testou a Abraão (Gn. 22). Ele quer saber até onde poderá contar consigo. Porque Abraão foi fiel e deu o seu único filho, Deus também pode dar o seu único filho para resgate da raça humana. Para sabermos o valor de alguma coisa, esta deve ser provada. O ouro passa pelo fogo, os diamantes são lapidados. O trigo é esmagado.

A propósito, sabemos que há trigo e joio a todos os níveis: Irmãos, Diáconos, Presbíteros, Pastores, Bispos, Apostolos, Profetas, Evangelistas, etc. Os que são joio são os tais que praticam obras mortas, tanto que quando são confrontados deitam a sujeira, todo o veneno que está dentro de si.

Deus nos ensina, sempre, com algo que nos custa muito, valoroso, o que é mais caro para nós, e exige a sua entrega, testando nossa obediência. Deus nos faz passar por um processo de esvaziamento, aliás todos os homens de Deus, todos os profetas, passam por este processo para depois receber o novo de Deus. Deus só pode por o novo quando todo o velho tiver sumido.

Moisés era o homem mais manso da terra, consequentemente o mais paciente.

Jó, parecia que Deus não atentava, mas, a todo o tempo, a vida de Jó foi preservada, tendo Deus restituído em dobro com o melhor

Aquilo que levou 40 anos no deserto para o povo de Israel, levou apenas 40 dias em Jesus Cristo. Porque Ele se esvaziou de si mesmo, foi obediente, suportou tudo, foi em tudo tentado, mas em nada foi vencido. E no final quando o diabo veio disposto a acabar com Jesus, quando Ele estava com fome, Jesus o derrotou com a Palavra. Nós também temos de resistir com a Palavra

Deserto:

Mt. 3:16-17 (RA) – “Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”

Lc. 4:1-15 –  “E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto; …

Dt. 8:2-3 – “Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, …

Hb. 4:15 – Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado.

Tg. 1:13 – “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz.”

Fornalha:

Depois vem o processo de purificação quando vamos a fornalha, à semelhança do ouro quando é purificado a altas temperaturas, os metais menos nobres vêm a superfície podendo ser removidos, restando apenas o ouro puro, que é maleável e pode ser moldado a qualquer forma. Deus faz isto conosco. Assim vem ao de cima todo o mal que existe em nós para ser definitivamente removido de nossas vidas: Iras, discussões, falta de fé, falta de paciência, falta de domínio próprio, desobediência a Deus, lascívia, desejos descontrolados, Etc… De repente nos sentimos os piores dos homens. Vemos que ofendemos as pessoas que mais amamos, de repente descobrimo-nos respondendo mal às pessoas próximas de nós. E queremos a qualquer custo refazer o que estragamos, até mesmo à nossa força. Temos de voltar as costas ao passado, aos erros do passado. Não adianta se levantar contra Deus

Rm. 9:19b – “Pois quem resiste à Sua vontade?”

Hb. 11:17b – “quem era eu para que pudesse resistir a Deus?”

Neste processo de purificação ou vamos ser refinados e aprovados, ou vamos resistir e vamos ser destruídos.

Fp. 1:6 – “Tende por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Cristo Jesus”.

7 – MODELO BÍBLICO ESCOLHA DOS SERVOS:

1- Setenta homens que ajudaram Moisés:

Nm. 11:16-17 (NTLH) – “O Senhor Deus respondeu a Moisés: – Reúna para mim setenta homens, que você sabe que são líderes, entre os mais respeitados do povo de Israel; …

2- Homens de Davi – (que era segundo o coração de Deus):

I Cr. 12:28-38 – {homens valentes, homens fiéis, homens de nome, homens entendidos, homens que sabiam o que deviam fazer, soldados experimentados, tinham ânimo resoluto, preparados para a peleja, providos de todos os tipos de armas, sabiam ordenar, eram voluntários, unânimes de propósito}

3- Os primeiros diáconos:

At. 6:2-4 – … homens de confiança, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, …

4º – Modelo Bíblico para diáconos e Bispos

diáconos: I Tm. 3:8-13 (NTLH)

Bispos: I Tm. 3:1-7 (NTLH)

8 – Vestimentas dos homens de Deus:

Lv. 16:4  – “Vestirá ele a túnica de linho, sagrada, terá as calças de linho sobre a pele, cingir-se-á com o cinto de linho e se cobrirá com a mitra de linho; são estas as vestes sagradas. Banhará o seu corpo em água e, então, as vestirá.”

I Sm. 2:18 – “Samuel ministrava perante o Senhor, sendo ainda menino, vestido de uma estola sacerdotal de linho.”

II Sm. 6:14 – “Davi dançava com todas as suas forças diante do Senhor; e estava cingido de uma estola sacerdotal de linho.”

Sl. 132:9,16 – “Vistam-se os teus sacerdotes de justiça, e alegrem-se os teus santos. Vestirei de salvação os seus sacerdotes, e os seus santos rejubilarão.”

Ap. 19:8 – “pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos.”

Definição de Justiça

– Atributo pelo qual, ao tratar com as pessoas, Deus age de acordo com as normas e exigências da perfeição de sua própria natureza. Por isso Deus castiga tanto os incrédulos como o seu próprio povo e, com imparcialidade, socorre os necessitados

– Ato pelo qual Deus, em sua graça e em conformidade com a sua Aliança, selada com o sofrimento, morte e ressurreição de Cristo, perdoa as pessoas fracas, perdidas e sem justiça própria, aceitando-as através da fé

– Qualidade que leva os cristãos a agirem corretamente, de acordo com os mandamentos de Deus

Definição de Retidão

Qualidade do caráter pela qual a pessoa age de acordo com o que, pela lei de Deus, é considerado certo, justo e próprio; integridade

9 – Tempo em oração e na PALAVRA
Sl. 27:4; Mt. 14:23; Mt. 26:36; Lc. 6:12; Lc. 18:1; Cl. 1:9

I Ts. 5:17;

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor