Nada se cria tudo se copia …

Com certeza você deve conhecer essa expressão e também deve conhecer outra máxima muito presente em alguns círculos evangélicos: “Todos os ritmos louvarão ao Senhor”.

Está aí algo que não consigo aceitar de forma alguma e eu explico: como podem todos os ritmos louvar ao Senhor se a maioria deles se origina no inferno?

Okay, você pode dizer: – mas não existe isso de musica sacra e profana! E eu sou obrigado a concordar com você. Mas mesmo assim de forma alguma eu aceito que todos os ritmos louvarão ao Senhor, que qualquer musica é boa para louvar ao Senhor.

O título diz: nada se cria tudo se copia. E como isso é verdade no meio evangélico. Vemos que tudo o que surge no mundo é adaptado para o meio gospel (evangelho em português): calipso gospel, olodum gospel, shakira gospel, elvis gospel, pagode gospel, danceteria gospel, rap gospel, rock gospel, funk gospel, sertanejo gospel e etc.

Eu fico indignado com esses bispos, apóstolos astros de TV que dizem que tudo louvará o Senhor, será? Mesmo que a origem tenha sido o inferno? Ou você acha que o funk tem origem no céu? Uma “música” agressiva, ultra sensual, chocante para dizer o mínimo, assim como tantos outros ritmos que exploram a sensualidade, a violência, o adultério?

Vejo vários artistas gospel, quando perguntados sobre qual é a sua inspiração para compor, respondendo que a inspiração vem de fulano, sicrano, beltrano (cantores, músicos e bandas famosos do mundo). A fonte dos artistas do mundo é o diabo, eles estão no mundo fazendo o que lhe é próprio, transmitindo a mensagem do seu senhor. E os nossos “irmãos” dizem que a fonte de inspiração deles são esses artistas, logo depreendemos que a inspiração dessas pessoas é a mesma dos inspiradores, ou seja, o diabo.

Você já reparou que os cristãos não tem personalidade própria e copiam tudo o que vem do mundo? Veja no Youtube os vídeos postados ali.

O salmista declara que a fonte de inspiração  para os músicos é o Senhor e ninguem mais: Salmos 87:7  – E os cantores e tocadores de instrumentos entoarão: Todas as minhas fontes estão em ti. E Davi fez a seguinte oração: “Encha-se a minha boca do teu louvor e da tua glória todo o dia“. (Salmos 71:8)

Houve uma época em que os cânticos eram inspirados na Palavra, à maioria eram letras compostas a partir dos Salmos, ou então, inspirados a partir das mensagens transmitidas pelos homens de Deus. Que época gostosa de louvar ao Senhor e tenho orado firmemente para que essa época volte e que a igreja deixe os modismos desse mundo que nada tem haver conosco.

Um dos maiores conhecedores de música é Lúcifer, veja o que diz a Palavra de Deus sobre ele:  Tu és o aferidor da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estavas no Éden, jardim de Deus; toda pedra preciosa era a tua cobertura: a sardônia, o topázio, o diamante, a turquesa, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo, a esmeralda e o ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti; no dia em que foste criado, foram preparados. Ezequiel 28:12b,13

Menosprezar o diabo e abrir território ao inimigo. Ele era aferidor da medida, ou seja, o exemplo de perfeição, e instrumentos musicais foram preparados para ele no dia de sua criação.  Assim sendo ele é perito em música. Quando pensamos que nada mais irá aparecer em ritmos musicais algo novo aparece e isso não é concidencia ou mero acaso, é inspiração que vem dele às pessoas comprometidas com ele.

Como então alguém pode afirmar que todos os ritmos louvarão ao Senhor? E que os cristãos irão resgatar e conquistar todo estilo musical? Acho isso muito estranho …

Continua …

3 thoughts on “Nada se cria tudo se copia …

  1. A Paz do Senhor seja contigo! Sou uma adolescente,e ministra de louvar dos adoslecentes de minha igreja, pela Graça de Deus. Tenho pouco tempo de convertida, 5 anos de igreja, mas apenas 2 de entrega verdadeira ao Senhor. Achei interessante seus argumentos e talz, mas ainda tenho alguns questionamentos a fazer, espero que me ajude a entender como funciona esse universo do louvor. Quando entrei na igreja, apenas visitando, me encantei prinipalmente com o louvor. Antes eu pensava que ‘musica de igreja’ eram apenas aquelas lentinhas, sacras e talz, e um dos motivos pelo qual eu decidi me firmar no Senhor, foi a diversidade de estilos tocados na igreja, principalmente quando vi que, apesar de semelhantes aos que eu ouvia no mundo, tinham algo de diferente, e essa diferença era o próprio Deus. Por vezes sou ministrada ao ouvir o CD de Fernandinho (cantor gospel), mesmo nas músicas semelhantes à um Hard core, ou a um pop rock mais pesado. Tenho amigos que tem uma banda de Hard Core (rock), e a finalidade deles tocarem, e até fazerem abertura de shows, até não gospels, é unicamente evangelística, e já possuem frutos, que hoje estão se firmando no Senhor. Quando confronto a minha própria conversão, a realidade em que vivo, com argumentos utilizados pelo senhor, fico bastante confusa, pois vejo o poder de Deus agir atravéz dessas músicas que o senhor afirma ter origem ‘infernal’. Outra coisa que não compreendo é que, desde quando entrei na igreja, sempre escuto todos dizendo que Satanás não CRIA nada, que ele é apenas pai da mentira. Sendo assim, como existem ritmos musicais (só lembrando que a música foi criada por Deus) criados por ele? Acredito que existem letras, e danças (sensuais e profanas) inspiradas por ele, mas ritmos? Quanto ao título, o senhor afirma que os evangéicos tem copiado as coisas do mundo.. mas de acordo com uma pesquisa que fiz, a música clássica, sacra, seja qual for, tem origem européia, e também não era usada inicialmente para o louvor de Deus. Porque essa ‘imitação’ também não tem origem no inferno? Tenho convivto em minha mente que satanás veio para roubar, roubar sonhos, roubar vidas, e também roubar os ritmos musicais, alegando ser criado por ele. Espero não ter desrespeitado o senhor, e se possível me esclareça os questionamentos que em minha cabeça se dabatem diariamente. Agradecida, Taiane Fragassi.

    1. Cara Tatiane
      Graça e Paz
      A área do louvor é muito extensa. No entanto esse artigo não é um estudo profundo acerca de louvor, mas sim uma constatação de quem participa desse ministério a mais de 30 anos.
      Suas questões são muito pertinentes e oportunas e penso que poderão ser respondidas na continuação do artigo que publicarei em breve, por gentileza aguarde.
      Continue fazendo um bom trabalho, sempre tendo o Senhor como sua fonte e sua inspiração, servindo de exemplo a essa geração.
      Que o Senhor lhe abençoe ainda mais e seja fortalecida em nome de Jesus Cristo

      Pr. Jonas Santana

  2. Caro irmão Jonas.
    Primeiramente, parabéns pela seu artigo, realmente foi interessante conhecer sua posição, entretanto, apesar de simpatizar com seu gosto musical e concordar que tudo se cópia mesmo, vale lembrar o arrazoado respeitoso de nossa irmã Taiane Fragassi de Matos (acima) que disse “que o diabo não cria nada” e principalmente o contexto histórico, no qual me apego aqui primeiro, “…de acordo com uma pesquisa que fiz, a música clássica, sacra, seja qual for, tem origem européia, e também não era usada inicialmente para o louvor de Deus. Porque essa ‘imitação’ também não tem origem no inferno?”
    Como o irmão mesmo afirmou, seu artigo não é profundo como deveria ser um artigo que abordasse um tema tão extenso, porem não sem solução. Por tanto, deixe-me arrazoar com o senhor, me suportas um pouco, por favor.
    Vamos por eliminação: Como louvar ao Senhor com, por exemplo, musica brasileira? O origem da musica brasileira não foi nada sacra. Temos em nossa origem cultural a força da cultura africana misturada com a influência clássica européia. Os primeiros relatos de musica no Brasil, feita por brasileiros, fora os batuques indígenas, são as chamada “rodas de samba” bem diferente do que vimos hoje nos botecos das esquias. Eram rodas de samba do candomblé. Esses e ou ourtros exemplos excluiriam qualquer possibilidade de se usar musica ou ritmo brasileiro para louvar ao Senhor.
    Vamos para música moderna, essa chamada pop rock ou mesmo o rock no geral, brasileiro ou gringo. Todo rock tocado nos nossos anos 80 foram uma evolução (ou involução) da era hippie dos anos 60 e 70, que tb foram oriundos do blues e do jazz dos anos 20 a 50. O pop rock atual segue essa tendência. Como relação aos nossos modernos pop rock gospel australiano e outros do gênero, essa onda vem apimentada pelo rock irlandês que fazem parte de um contexto político. Bom, até agora, indo até os anos 20, nada de santo, é tudo profano, sendo assim, nada de louvor com esse tipo de ritmo.
    E a musica gospel americana. Era cantada por escravos nos seus quilombos americanos, uma história muito bonita e inspiradora. Acho que mandavam para a America do norte os africanos “melodiosos” e para a América sul a galera da percussão (rsrs). Bom, não há como saber qtos escravos cantavam e lamentavam ao Senhor Jeová verdadeiro ou se eram cantos lamantando a amaldiçoando seus senhores. Mais a frente nessa história, o canto gospel era entoado preferencialmente por negros, o que nos leva a acreditar que a motivação era meio estranha. Demorou para os branco americanos se encantarem com essa arte e começar a executá-la tb. Portanto, vamos descartar essa tb, Ok?
    Vamos mais longe, a musica clássica. Essa, com certeza, talvez tenham sido inspiradas por Deus, afinal ela é tão magnífica. Mas a história dos compositores se confunde. Alguns afirmam ter sido inspirados por Deus, outros eram loucos e outros compunham tb por uma revolta ou até para satisfazer os feudos e reinos da época. Enfim, não há como julgar isso.
    Com relação aos hinos antigos dos hinários, trazidos pelos abençoados missionários ingleses e europeus ao Brasil. Sabe-se que as composições tb aproveitavam melodias populares da época, musicas eruditas ou até composições oficiais de alguns países, como por exemplo o hino nacional inglês.
    Bom, o que temos de certeza então. “A BÍBLIA”. Vc tem razão, toda música tocada por Davi em seu reinado era inspirada por Deus, mas infelizmente eles não gravaram nada, só deixaram as letras (rsrs) e mesmo que tivessem deixado um HD com os MP3, ou as partituras escritas, alguém arrumaria um jeito de mudar o arranjo (rsrs). Sabe por que, meu irmão, (e isso é propósito de Deus). Somos imitadores criativos, é assim que nosso processo criativo funciona.
    Pense nessa frase e formule sua tese sobre ela: “A ARTE É SINTOMA” Musica é arte, e o que é que explícita ou causa os sintomas na sua vida? São simplesmente tudo que se vive ou viveu, logo, quem viveu muito por Cristo e com Ele, exprime d’Ele tb. Mas não somos anjos. Estamos no mundo e ouvimos, vemos, assistimos tudo que está nele. Isso influência nosso processo criativo e nos leva a imitar tudo que ouvimos em nossas vidas, mesmo que seja inconscientemente. Nos vamos sintomatizar o que mais amamos por ficamos próximos do que amamos a nossa vida toda. “Onde está teu coração, ali esta o teu tesouro”.
    Uma vez eu estava com a guitarra na igreja tocando sozinho alguma coisa antes da chegada dos irmãos para o culto. Iniciei um rife na guitarra e um irmão que montava o som junto comigo disse: “Cara, isso é Piter Framptom”. Eu nunca tinha ouvido esse cara, mas qdo fui procurar a origem do que eu tinha tocado, realmente não era meu, era do “Petter Framptom”. Acontece que era um riffe tão simples que devo ter ouvido ou aprendido nas aulas de guitarra na minha adolescência, e bem que eu poderia ter composto um louvor com aquele riffe sem saber de nada. É a minha memória musical me fazendo ser criativo baseada em todos os dados musicais que possuo e que adquiri em meus 25 anos de músico cristão, mais ouvido tudo que me rodeou a vida toda, tanto aquilo que coloquei na minha vitrola pra tocar quanto os sambas que meus vizinhos literalmente me obrigavam a ouvir qdo criança, dentre outros. É claro que há muita imitação dliberada no podre “mercado gospel”, esses eu to contigo e não abro”
    Bom meu irmão, minha intenção é enriquecer seu próximo artigo. Eu encontrei ele por que estava escrevendo um artigo com um titulo semelhante (“Adoração copy-paste”) mas com conteúdo diferente. Meu conselho para o irmão é que, em artigos pequenos mais sobre assuntos extensos, o irmão tente esclarecer mais a irmãos mais novos, motivando-os a buscar conhecimento sobre o tema, pra que não ocorra duvidas como a da nossa irmã Taiane, que se mostrou muito bem esclarecida e ponderando bem vossa posição.
    Enfim, fique na paz e agradeço novamente pelo artigo pois ele, ainda não sendo minha perfeita opinião sobre o assunto, enriquece meu conhecimento.
    Um abs e um ósculão no coração.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.