O QUE DEUS ESTÁ FALANDO À IGREJA DE LÍNGUA PORTUGUESA?

Mais de 245 milhões de pessoas, prevê-se que em 2050 serão 357 milhões de pessoas, falam a Língua Portuguesa no mundo, e sequer 10% estão realmente salvas. Estamos envidando todos os esforços e meios para salvá-las e alcançá-las com o poder do Evangelho? Ficaremos parados vendo a destruição dessas pessoas?

Estejamos atentos aos sinais, às profecias, aos alertas, aos avisos, às chamadas de atenções, às pregações, às mensagens, aos verdadeiros homens de Deus que, incansavelmente, têm dado os avisos de Deus a essa geração (aos não salvos, aos salvos é até mesmo aos servos de Deus).

Estejam preparados não só para a vinda de Jesus e o arrebatamento, mas se preparem para a grande perseguição que virá – dias difíceis e terríveis que se aproximam… Chega de ter tesouros na terra e ajuntem tesouros no céu, repartindo com o necessitado. Hora de vivermos como Igreja verdadeira. Hora de obedecermos mais a Deus do que aos homens. O tempo está abreviado… Atenção!!! Vigie!!! Cuidado!!! Seja santo!!!

Já afirmei em outro artigo que essa situação de pandemia e consequente caos na economia é só mais um desenrolar da história mundial, em que fome, pestes, doenças, catástrofes naturais, guerras, têm provocado destruições e desolações por toda a parte. Mas essa pandemia trouxe à tona a vulnerabilidade das nações e o pânico está instalado. Então, pandemia, vacinação, lockdown, são só ferramentas usadas para criar esse caos intencional, preparando o território para esse objetivo maligno que está descrito na Palavra de Deus: governo mundial, anticristo, marca da besta, etc.

Recente, à porta de um supermercado, vi uma tela de tv em que aparecia a foto, temperatura corporal e outros dados, e um sinal verde ou vermelho mostrando se a pessoa poderia entrar ou não. O exercício para o governo mundial está a pleno e as pessoas acostumadas a tanto controle, por causa da pandemia, não se darão conta, mas em breve quem não tiver a marca não poderá comprar, vender, viajar, etc. O teste com tal vacina está para breve, e assim caminha a humanidade sendo forçada… Quanto tempo mais? Não sabemos, mas…

Não! A vacina não será a marca, apenas mais um instrumento para que as pessoas se acostumem com situações forçadas, as quais poderão ser impedidas de viajar, trabalhar, comprar, etc. Isso tem que ser comum para as pessoas, assim quando o governo mundial, o anticristo, etc, agirem as pessoas não sentirão forçadas, tudo será comum. Os grandes infectologistas e médicos sérios são todos contra a vacina precipitada, sem todos os devidos testes e o longo tempo que leva, eles creem que ela provocará muito mais danos do que a tal pandemia. Além do que outras doenças como infartos, câncer, pneumonia,  gripe, tuberculose, e até a fome matam milhões e não há pandemia. Tudo é proposital.

Discussões escatológicas a parte, e para aqui não são chamadas, estejamos preparados para tudo e muito atentos ao que diz e afirma a Palavra de Deus.

Veremos muitos abusos daqui para frente. Tenho publicado vários alertas nas minhas redes sociais, nos sites também. Como já devem ter percebido, em minhas publicações não escrevo tudo, mas procuro levar as pessoas a pensarem, e por isso mesmo, de propósito, escrevo não pela metade, mas deixo uma brecha para reflexão, forçando as pessoas a pesquisarem mais sobre os assuntos.

Por isso as pessoas acham que somos loucos, a tal da teoria da conspiração, para fazer com que tudo o que for contrário ao sistema caia no ridículo. Assim acontece com o Evangelho, por isso existe a Trindade satânica para se opor e ridicularizar a Trindade divina.

Os homens falam de acordo com o seu senhor, nós falamos e agimos de acordo com o nosso Senhor e por isso estamos guardados nesse tempo e em outros. A nossa normalidade é Cristo e não temos outra hipótese! Veja que estamos de pé protegidos pelo Senhor! O fato é que fabricado ou não essa praga está aí, e está claríssimo o seguinte: “Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve.” Malaquias 3:18

Aproveite essa ocasião para ministrar com todo amor aos seus familiares, amigos, conhecidos, porque esta é a hora de estarmos firmes em Jesus, na Palavra e Igreja (comunhão dos santos). Como é importante esse tripé. Oração é o caminho, e essa é a estratégia adotada até dezembro: jejum e oração + fé, assim veremos muitos resultados, conversões e retornos (arrependimento, restauração). Isaías 62:6. (NVI) Coloquei sentinelas em seus muros, ó Jerusalém; jamais descansarão, dia e noite. Vocês que clamam pelo Senhor não se entreguem ao repouso. (RC) Sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e toda a noite se não calarão; ó vós que fazeis menção do SENHOR, não haja silêncio em vós.

Assim sendo é hora de orar (interceder) pelos nossos irmãos em Cristo, pelos nossos pastores, pelos nossos familiares e amigos. Mas também é hora de orar pelas autoridades: para que tenham sabedoria para controlar a situação atual de pandemia e a situação de caos na economia que virá a seguir.

A Igreja primitiva viveu em tempos de ditadores e mesmo assim orava pelas autoridades (o que não é o caso dos muitos países de fala portuguesa, que ainda vivem numa democracia com o presidente escolhido nas últimas eleições). Devemos orar por eles para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada. O mesmo vale para outros povos e suas nações. Acordem! Não sejam apanhados de surpresa! Atenção aos avisos! Olhem os sinais! Examinem-se a si mesmos! Deixem de se preocupar com a política! Não tenham esperança em políticos! Orar pelas autoridades não é misturar política a fé, é apenas cumprir a Palavra de Deus.

Romanos 13:1-3 – Obedeçam às autoridades, todos vocês. Pois nenhuma autoridade existe sem a permissão de Deus, e as que existem foram colocadas nos seus lugares por ele. Assim quem se revolta contra as autoridades está se revoltando contra o que Deus ordenou, e os que agem desse modo serão condenados. Somente os que fazem o mal devem ter medo dos governantes, e não os que fazem o bem. Se você não quiser ter medo das autoridades, então faça o que é bom, e elas o elogiarão.

I Timóteo 2:1-3 – Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças, em favor de todas as pessoas; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador.

Você! Seja um elemento de transformação em sua sociedade. Até quando vai balançar entre dois pensamentos? Até quando vai ficar na fronteira entre o pecado e a vida com Deus? Se Deus é Deus siga-O fielmente! Mas se o diabo é deus então o siga, não fique na divisa, fingindo que é crente quando interessa, ou quando convém. (1 Reis 18:21) Elias dirigiu-se ao povo e disse: “Até quando vocês vão oscilar entre duas opiniões? Se o Senhor é Deus, sigam-no; mas, se Baal é Deus, sigam-no”. O povo, porém, nada respondeu. E você? Ficará calado também? Continuará oscilando entre o mundo e a Igreja?

Atente para as Palavras de Profecia que foram dadas à Igreja de Portugal, mas que também estão sendo aplicadas à Igreja das nações de língua portuguesa:

Profecia à Igreja de Portugal! – https://youtu.be/a0NMhFnCi0g

Uma palavra de exortação à Igreja de Portugal – https://youtu.be/28mM84vqrTI

O que Deus está falando à igreja? – https://youtu.be/cpd3PYpZ-mI

Apocalipse 2:4,5 – Contra ti, porém, tenho isto: tu abandonastes o teu primeiro amor. Lembre-te de onde caistes! Arrependa-te e pratique as obras que praticavas no princípio. Se não te arrependeres, virei a ti e tirarei o teu candelabro do seu lugar. Diz o SENHOR que esta é a hora da decisão!

Deus levantou homens para tornar evidente, em Portugal e nas nações de Língua Portuguesa, esse verdadeiro evangelho, aniquilando a trindade satânica (2a. Coríntios 11:4), pois é Ele é a fonte. Veja que os avisos de Deus têm vindo e estão na direção para a unidade da Igreja (a força para a sobrevivência nestes dias difíceis que virão). Quando houve fome em Jerusalém, a Igreja de fora enviou ajuda e assim será nesses dias. Só quem estiver a volta da barragem terá água, alimento, suprimento. As igrejas chamadas “pequenas” por estarem juntas em unidade e fé serão as cidades refúgio, os portos seguros. Utopia? Não visão divina e bíblica!

Que privilégio temos, sermos participantes desde tempo que Deus está a dar as nações de Língua Portuguesa. Que Glória está vindo. Ageu disse que a Glória da segunda casa seria maior do que a primeira, que Glória veio e foi dada à Igreja.

Agora em nome de Jesus Cristo, esses que foram escravizados serão libertos e cadeias serão quebradas. Aleluia! Grande tempo de colheita!

Prefiro a Cristo e este crucificado!

Esse evangelho que está por aí, difundido em escala industrial e empresarial prepara o povo para o céu? Prepara o povo para a perseguição? Claro que não! E isso é proposital. Esse evangelho das facilidades, que enche os prédios, esvazia o céu, se isso fosse possível. O céu não é esvaziado porque o Evangelho é Cristo.

A graça é muito confundida, fazem um evangelho dissolvido, isento de responsabilidade, porque toda a obra é de Cristo. E porque tudo é por Ele, vivem uma vida light, pensando nas coisas terrenas e deixando as celestiais em segundo plano – Quando a Graça nos faz pensar e viver exclusivamente voltados para as celestiais, sabendo que as terrenas são supridas pelo Senhor.

Irrita esse evangelho das denominações empresariais, pois enche prédios de gentes fúteis, vazias, e por isso precisam da cromoterapia (luzes, holofotes) para dar “unção”.

Não atentem a esse evangelho triunfalista, que promete riquezas em troca de semear (dar) sem parar. Pare de sustentar falsos apóstolos, falsos bispos, falsos pastores, falsos mestres, confiram tudo o que dizem com a Palavra de Deus e verão que esses ensinamentos não se sustentam.

Trabalhar com Deus, para Deus, por Deus, os três juntos, dá muito mais resultados. Em poucos anos o mundo conhecido da época da Igreja primitiva foi evangelizado, Paulo já procurava novos territórios. Hoje temos tudo e uma grande dificuldade em avançar com O evangelho: Prédios, Luzes, Sons, Pirotecnias, Shows, Espetáculos, Galas, Workshops, Conferências, Summits, etc. Infelizmente, gerando gente fútil, sem vida. É o que esse evangelho faz, não há desejo ardente, afetivamente de Deus, como o bebê deseja leite, apenas um desejo religioso.

A Graça nos conduz para o Reino de Deus!

Hoje vemos claramente o perigo desse evangelho pregado por esses tais superapóstolos. Alias o Apóstolo Paulo dá uma reprimenda aos tais, de acordo com as duas passagens de Coríntios, veja o que ele afirmou em 2ª. Corintios 11:5 e 12:11 (Leia na versão NTLH). Cuidado com os tais… Esses triunfalistas terão grandes problemas, porque o povo pedirá de volta as ofertas e dízimos que deram, à semelhança do que já acontece com algumas denominações, quando os dissidentes saem. Porque terão fome e esses triunfalistas correrão, porque não são supostos a dar e sim receber.

Não é preocupação ou perplexidade, mas admirado como Paulo estava, como tão depressa passaram do Evangelho para outro. O povo foi preparado para ter uma vida de riqueza na terra e não no céu. Agora caminhamos para a falta de riquezas e sermos alimentados e supridos pelo poder de Deus, como Mateus 6.25-33. Estamos vivendo dias complicados e serão muitos daqui para frente, mesmo assim vejo “apóstolos” publicarem sobre excelência disso, excelência daquilo, semeia sem parar, riquezas disso e daquilo, muito triunfalismo e nada de preparar o povo para os dias intensos que estamos vivendo e os piores que se avizinham. Guias cegos conduzindo outros cegos. Com isso o povo fica agoniado e perplexo, cheio de medo por causa de uma pandemia e se esquecem que Deus é a nossa proteção. Parece que Deus morreu. Quem vos fascinou/Enfeitiçou??? Lembra Paulo aos Gálatas. E a resposta é: Mamon. Esse mesmo.

Mamon tem cegado a muitos, impedindo que enxerguem essa verdadeira riqueza, fazendo com os homens percam tempo e recursos espirituais buscando as riquezas terrenas, as mesmas que foram oferecidas a Jesus e Ele recusou. Pregadores confiando na riqueza, presos nos negócios desse mundo, com pactos com Mamon os quais não conseguem quebrá-los. Os mordomos escravizaram os servos que não eram deles. Esse amor ao dinheiro e as riquezas terrenas os escravizou.

Algumas pessoas reclamam dizendo que o discurso é duro, a semelhança do que ocorreu com a mensagem de Jesus Cristo – João 6:60-62, 64, 66-69, mas atentem para o que Simão Pedro respondeu: — Senhor, para quem iremos? O Senhor tem as palavras da vida eterna, e nós temos crido e conhecido que o senhor é o Santo de Deus. Pois o Santo de Deus disse em Mateus 9:12 – “Não necessitam de médico os sãos, mas sim, os doentes.” Assim sendo, conforme a narrativa de Jesus, pregamos, anunciamos, ministramos, ajudamos àqueles que precisam, que necessitam, que querem, à esses falamos.

O remédio no doente trás cura, mas no são provoca reação. Assim é a Palavra… Em quem precisa: provoca cura, libertação, ânimo, amparo. Mas no são: provoca aversão, repulsa, até um choque, por isso reagem contra o que é anunciado, como os fariseus/religiosos. Os doentes jamais reagirão com aversão, rejeição, ofensa ao que pode lhes curar, já os sãos se ofendem por qualquer coisa… Mas Jesus não veio para os sãos e sim para os doentes… Nosso trabalho não é preparar os sãos para a terra, mas curar os doentes para que sejam sãos no céu…

Somente a unção poderosa de Deus quebrará esse jugo (mas até a palavra Unção tentaram banalizar), mas é hora de mostrar o que é a verdadeira Unção, aquela que quebra o jugo.

Alguns dos textos citados, abaixo, se referem a essa grande riqueza que temos em Cristo, e ainda há homens preocupados com riquezas da terra, quando temos riquezas e mais riquezas celestiais e eternas. Quem quer saber das riquezas da terra? Quando o dono do ouro e da prata nos dá os recursos daqui e os celestiais (os tesouros da sabedoria e da ciência)… Preguemos o verdadeiro Evangelho a tempo e a fora de tempo…

Um verdadeiro novo tempo para Portugal e que refletirá nos países de fala portuguesa: Jesus centro de tudo. Vai acontecer porque Cristo é o Centro.

Salmos 49:6-8 – Aqueles que confiam na sua fazenda e se gloriam na multidão das suas riquezas, nenhum deles, de modo algum, pode remir a seu irmão ou dar a Deus o resgate dele (pois a redenção da sua alma é caríssima, e seus recursos se esgotariam antes).

2ª. Coríntios 11:2-3 – Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo.

Gálatas 1:8 – Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

Efésios 1:13 – em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa;

Efésios 1:17-18 – para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação, tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos.

Efésios 2:8-10 – Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.

2ª. Timóteo 2:24-26 – E ao servo do Senhor não convém contender, mas, sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem, a ver se, porventura, Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade e tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em cuja vontade estão presos.

Tito 2:11-12 – Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente,

1ª.  João 2:27 – E a unção que vós recebestes dele fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis.

1ª. João 4:17 – Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no Dia do Juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.

Ó vós que fazeis menção do SENHOR!

No que for contrário a Palavra de Deus e aos seus preceitos, seguimos a ordenação apostólica: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)

Por fim atente ao que disse o Profeta Isaías (Isaías 55:6-13):

– Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao Senhor enquanto ele está perto. Que as pessoas perversas mudem a sua maneira de viver e abandonem os seus maus pensamentos!

Voltem para o Senhor, nosso Deus, pois ele tem compaixão e perdoa completamente.

O Senhor Deus diz: “Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês. Assim como o céu está muito acima da terra, assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima dos seus.

A chuva e a neve caem do céu e não voltam até que tenham regado a terra, fazendo as plantas brotarem, crescerem e produzirem sementes para serem plantadas e darem alimento para as pessoas. Assim também é a minha palavra: ela não volta para mim sem nada, mas faz o que me agrada fazer e realiza tudo o que eu prometo.

“Vocês sairão alegres do cativeiro, serão guiados em paz na sua terra. As montanhas e os morros cantarão de alegria; todas as árvores baterão palmas. Onde agora só há espinheiros crescerão ciprestes, murtas aparecerão onde agora só cresce o mato. Isso será para vocês uma testemunha daquilo que eu fiz, será um sinal eterno, que nunca desaparecerá.”

 

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor