ANDANDO NA GRAÇA - AEMSF

Tempos de afrontas

Estamos vivendo um tempo de afronta à Palavra de Deus.

Pseudos pregadores anunciam o outro jesus, outro espírito e outro evangelho a quem quer ouvir, a quem tem coceira nos ouvidos. (II Co. 1:4; II Tm. 4:3)

Chamam de sistema religioso a tudo o que é contra as suas mentiras, a tudo o que denuncia as suas práticas, a tudo o que traz a luz o que está escondido em trevas.

Não estou falando de partidos políticos que vivem para isso, para destruir os valores bíblicos. Estou falando de homens que possuem títulos de pastor, bispo, apóstolo, etc…

Está escrto em II Pd. 2:1-3

Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá ainda falsos mestres, os quais introduzirão heresias destruidoras, negando até ao Senhor que os comprou, trazendo sobre si repentina destruição.

Muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade.

Em avareza, com palavras fingidas, farão de vós negócio; a sua condenação já de longo tempo não tarda, e a sua destruição não dormita.

Homens que pregam o evangelho, sim; homens que curam enfermos, sim; homens que expulsam demônios, sim – mas que vivem e praticam a iniquidade, são presunçosos, orgulhos, vaidosos, e não contentes com isso levam o povo que os seguem a viver em pecado, em iniquidade. (Mt. 7:21-23). Mt. 24:24 diz:

Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos.

Fazem o povo viver uma falsa espiritualidade, uma falsa vida de adoração, uma falsa sensação de que tudo vai bem, pregando um deus de amor e graça. Jamais apresentam um Deus de amor, graça, verdade, justiça, misericórdia, retidão, para dizer apenas algumas facetas do Deus verdadeiro. Jamais pregam a Jesus Cristo e Esse crucificado, o abandono do eu, a crucificação da carne, a renúncia da vontade própria. Tanto que levam o povo aos pés da cruz, à sombra da cruz, atrás da cruz, mas nunca levam o povo ao centro da cruz.

Esses pseudos homens de Deus buscam entreter o povo com atividades diversas, festas que mais se assemelham aquilo que o mundo faz, apenas o ambiente muda, ao invés de irem para a casa noturna, vão para o salão de cultos.

Esses pseudos homens de Deus são ávidos por vingança, sabem esperar o tempo certo para denegrir a imagem daqueles que foram seus líderes, daqueles que lhes ensinaram as primeiras letras, daqueles que reconheceram e deram um título ou cargo de liderança.

Esses pseudos homens de Deus gostam de usar a mídia, em todas as suas formas, para anunciar as suas mentiras, enganar ainda mais pessoas. Infelizmente, devido a tecnologia, o mal não fica restrito a uma região ou a um país, mas se alastra em velocidade pelo mundo, rompendo fronteiras e fazendo o ganho projeção.

Esses pseudos gostam de usar a imagem, difundindo-a como se fossem modelos, em poses programadas, sorrisos artificiais, assim como suas vidas.

Com as divisões em larga escala das denominações, criou-se um campo muito fértil para a proliferação desses pseudos, que organizam clubes disfarçados de igrejas, mas que na realidade só servem para adquirir fundos e alimentar as suas megalomanias.

Esses pseudos saíram de denominações, criaram as suas, mas vivem da mesma forma que o original. Aquilo que tanto criticam nada mais é do que o modelo de vida escolhido por eles. Na realidade o sonho desses pseudos é ser exatamente iguais àqueles que os criaram, como não conseguiram o lugar deles na denominação de origem, saíram e abriram uma pequena capela, tentam dar o ar de espirituais, de diferença, mas a realidade é que são exatamente aquilo que dizem se opor.

Incentivam o divórcio, consequentemente o adultério, a destruição da família, da instituição criada por Deus. Mulheres afrontam seus maridos, maridos afrontam suas esposas. Abandonam o lar, lutam pelo divórcio como quem luta por defender uma vida, lutam por um novo casamento como se isso fosse à solução – infelizmente levarão todos os problemas de personalidade, de caráter, de falsidade para o novo matrimônio – ai de quem casar com alguém assim.

Como diz a Palavra de Deus em II Tm. 3:1-9

Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis.

Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes.

São estes os que se introduzem pelas casas e conquistam mulherzinhas sobrecarregadas de pecados, as quais se deixam levar por toda espécie de desejos.

Elas estão sempre aprendendo, mas não conseguem nunca de chegar ao conhecimento da verdade.

Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé.

Não irão longe, porém; como no caso daqueles, a sua insensatez se tornará evidente a todos.

Façamos o que diz a Palavra de Deus: Afaste-se também destes.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo protegido, copia e transcrição necessita autorização do autor